quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Faltou-nos a eficácia de domingo...


...ofensiva e defensiva.

Fizemos o suficiente para ganhar descansadamente, mas quando se dá o ouro ao bandido, é difícil acabar bem.

Para já, apenas o campeonato nos dá alegrias. Espero que essas se mantenham até Maio.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

A azia portista e uma opinião sensata


Dando uma vista de olhos por alguns blogs portistas, dá algum gozo ver as opiniões indignadas pela falta de justiça na vitória do Benfica e pela falta de reconhecimento público em como foram muito, muito, muito melhores. 


Apenas dois exemplos aqui e aqui, e uma opinião minimamente sensata e razoável a destoar aqui. Já agora, para se rirem com um portista a falar de Jorge Sousa, o ex super dragão, como o artista do apito, aqui.


Afinal, a filosofia do Lotopegui de perder e ser "melhor" é bem aceite e compreendida pela exigente massa adepta do Porto. Ainda bem. Que continuam a compreender por muitos e bons anos!

domingo, 14 de dezembro de 2014

Passo importante


Apesar de muitos apontarem os jogos nas Antas como um calcanhar de Aquiles de JJ, a verdade é que, apesar de não ser propriamente um conjunto de resultados ótimo, é ainda assim bastante bom comparando com o que foram os últimos 20 anos.

Hoje o Benfica, com um conjunto de individualidades inferior ao do Porto, foi no entanto muito mais equipa. Taticamente e mentalmente melhor, a vitória acabou por ser surpreendentemente natural. Lopetegui dsse que o Porto foi muito, muito, muito melhor. Pois, ao que parece, para o treinador do Porto ser melhor é ter mais posse de bola. E aí ganhou. Mas tirando aqueles dois cabeceamentos perto do fim do jogo, pouco mais fez com toda essa posse de bola. Mérito de JJ que soube montar muito bem a equipa, e dos jogadores, que souberam colocar em prática a estratégia, com muita calma, raça e concentração. E quando é assim, nenhum estádio do mundo nos pode atemorizar, mesmo que percamos.

Este foi um jogo muito importante, tanto pelos 6 pontos, como pela vantagem psicológica. Mas tudo isto apenas terá efeitos práticos se as vitórias continuarem nos próximos jogos. 

Destaques muito positivos para o nosso GR, que está nos últimos tempos a contrariar as minhas dúvidas, para André Almeida, que continua a calar muita gente, jogo após jogo, o fabuloso Gaitan, o goleador Lima, e claro, Luisão. Espero que a lesão seja leve e depressa volte ao comando da equipa. Uma palavra também para Enzo e Talisca.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O tal clube que se diz diferente...


... anda a cantar sobre o Benfica nos seus jogos.

É lindo ver que o Benfica continua tão grande, e os seus adversários continuam tão provincianos...

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Eu ainda sou do tempo em que o Sporting...


... pagava a clubes adversários para antecipar o jogo da taça para poder limpar a penalização de um jogador seu e assim poder jogar contra o Benfica...

Pois é, fala-se do "caso" Belenenses de uma forma indignada, quando este "caso" foi já explicado pelo seu presidente. O único erro do Benfica foi não ter ele próprio esclarecido que não tinha nada a ver com o assunto. Mas claro, para sportinguistas mais iluminados, os esclarecimentos de nada servem, pois é tudo mentira e apenas eles sabem a verdade e são donos da razão e de toda a honestidade do futebol português. 

Pois é, eu ainda sou do tempo em que o Sporting pagava a clubes adversários para antecipar o jogo da taça para poder limpar a penalização de um jogador seu e assim poder jogar contra o Benfica, e de quando tinha vice presidentes a depositar dinheiro em contas de fiscais de linha.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Cada um tem direito à sua opinião...


... mesmo quando ela é tão ridícula, parva e absurda quanto esta:

retirado do Benfiliado

Este notável pedaço de prosa foi escrito por José António Saraiva que, pasme-se, é diretor de um jornal diário. Se Nani e Patrício teriam lugar na equipa do Benfica, dizer que "tomara" JJ ter Slimani, João Mário, Jefferson, Carrillo, Adrien ou Capel, é de rir às gargalhadas. Não que não tenham valor, mas dizer que Slimani é melhor que Jonas, João Mário melhor que Talisca, Jefferson é melhor que Maxi ou Sílvio, Carrillo melhor que Sálvio, Adrien melhor que Enzo, ou Capel melhor que Gaitan, é de alguém que fala sem nunca ter visto estes jogadores em ação, ou é de quem está sob o efeito de substâncias que fazem rir.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

O caso Tozé e a filosofia do FC Porto


Tozé, num jogo realizado contra o clube que o formou, e dispensou, fez um bom jogo, sofreu e marcou o penalti que deu na altura a vantagem à sua equipa, e mostrando amor ao clube por onde passou muitos anos, até pediu desculpa ao adeptos portistas a seguir à marcação do penalti.

Resultado?

Foi pressionado, insultado e achincalhado por elementos do FC Porto, que o acusaram de se fazer ao penalti (quem vir o lance, percebe bem o ridículo em que caíram treinador e outros elementos portistas). É esta a filosofia do Porto, que anos após anos, apenas vê o futebol como uma guerra, onde quem não está por eles, está contra eles. 

Está claro que elementos como Rui Barros, entre outros, estavam à espera que Tozé mostrasse todo o seu amor ao Porto, sendo pouco profissional para com quem lhe paga o ordenado, e pouco sério perante aquilo que se chama ética e transparência desportiva.

Acredito que haja portistas indignados por este caso, mas enquanto ficarem contentes com vitórias conseguidas com frutas e cafés com leite, já sem falar dos quinhentinhos, estão a confirmar e a aceitar a filosofia deste Porto. Aliás, perseguições a árbitros, pressões em túneis, coação, agressões a jornalistas, "guardas-abéis", corrupção, compra de árbitros, etc., quer queiram, quer não, fazem já na história moderna deste Porto.